sexta-feira, janeiro 19, 2018
Home > Notícias > Uma vez por mês, grupo de amigos transforma botequim, reduto da boemia local, em point da poesia

Uma vez por mês, grupo de amigos transforma botequim, reduto da boemia local, em point da poesia

Equipe de artistas do Poesia de Esquina

EQUIPE DE ARTISTAS DO POESIA DE ESQUINA

Poderia ser mais um bar como tantos outros da Cidade de Deus. Na verdade até é durante 29, 30 dias do mês. Mas em um deles acontece um sarau que movimenta toda a comunidade. Há dois anos, nas últimas terças do mês, a partir das 20h a pluralidade toma conta da CDD. Donas de casa, aposentados, intelectuais, escritores, idosos, turistas, crianças e boêmios se encontram no Bar do Tom Zé para poetizar. “No início o pessoal do boteco ficava olhando com cara estranha. Depois, começaram a trazer papéis com poesias. Hoje, alguns até declamam”, diz a ilustradora Rosalina Brito, uma das coordenadoras do Poesia de Esquina, idealizado por Viviane de Sales — ambas moradoras da comunidade. “Não tínhamos continuidade nos eventos daqui e pensei nisso para juntar o pessoal todos os meses”, diz Viviane, que divide seu tempo entre o evento e a faculdade de Ciências Sociais. “Esse ano levamos o Poesia de Esquina para a PUC e fizemos sucesso.”

O sarau cresceu tanto que já vai lançar coletâneas com escritores que batem ponto no bar — um dos primeiros deve ser Felipe de Abreu, poeta assíduo do Poesia de Esquina, falecido em julho, deixando mais de três
mil poemas. “Estou começando a estudar para ver se criamos um selo”, comemora.

Desde que começou a poetar, há dois anos, ela não para de descobrir artistas. “Depois de 20 anos, soube que meu vizinho, pedreiro, escreve super-bem. E ele estudou comigo.” Não são apenas adultos que descobrem
o gosto pelas letras. “Uma das poetisas que mais se destaca é a dona Tuca, de 80 anos. Seus poemas têm profundidade”, diz. “Todo mundo precisa conhecer, o Poesia de Esquina é a Lapa da Cidade de Deus.”

 

Matéria: http://blogs.odia.ig.com.br/guia-das-comunidades/2014/01/10/cidade-de-deus-e-da-poesia/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *