segunda-feira, dezembro 18, 2017
Home > Cultura > Manguinhos em Cena circula com a comédia “Sintonia Suburbana” por todo o Rio de Janeiro

Manguinhos em Cena circula com a comédia “Sintonia Suburbana” por todo o Rio de Janeiro

O espetáculo da companhia formada por 27 moradores de Manguinhos  faz apresentações populares em todas as arenas e lonas culturais da cidade por meio do Prêmio Fomento à Cultura Carioca da Secretaria Municipal de Cultura

Crédito: GuiMaia

Tem música, humor, espontaneidade, crítica social e inteligência na sintonia da rádio (fictícia) “Sintonia Suburbana”, que vai percorrer, de agosto a outubro, as lonas e arenas culturais da cidade, com apresentações a preços populares (R$ 0,50 e R$ 0,25). A circulação do espetáculo recebeu o Prêmio Fomento Carioca 2014 e tem patrocínio da Secretaria Municipal de Cultura.

Criado em 2012, o espetáculo de repertório é dirigido por Luís Igreja (Companhia do Gesto) e traz a dramaturgia assinada pela premiada Renata Mizrahi (“Galápagos” – Prêmio Shell 2014, “Silêncio!”, “Joaquim e as estrelas”), com histórias inspiradas no cotidiano dos integrantes do grupo e na realidade vivida por eles nas comunidades em que moram, no Complexo de Manguinhos.

 Por onde passou, a comédia sempre teve casa cheia e grande empatia com o público. Tratando de temas essencialmente cariocas, de um jeito carioca, “Sintonia Suburbana” celebra os 450 anos de um Rio de Janeiro que não é só sol, mar, montanha, bossa nova e mate com limão. É o corpo, a dança, a sensualidade do baile funk; são as situações tipicamente suburbanas, a solidariedade e os conflitos nas relações, na família, entre vizinhos. E é, principalmente, a capacidade de cada um de rir de seus próprios problemas e dificuldades, dando leveza a temas como violência, balas perdidas, remoções, religiosidade, identidade e transexualidade.

  A estreia será no 1º de agosto de 2015, na Lona Cultural Municipal João Bosco, em Vista Alegre, com ingressos apreços simbólicos – R$0,25 e R$0,50 –  e haverá também agendamento feito pelas escolas do município.  Veja a lista completa das apresentações no serviço.

 Quando, em 2012, a Companhia de Teatro Manguinhos em Cena surgiu na Biblioteca Parque de Manguinhos, aqueles novos artistas cheios de sonhos não sabiam da força que conquistariam por meio da arte, que poderiam  expressar seus anseios e conquistas, dificuldades e alegrias, limitações e superações, angústias e emoções. Sim, eles puderam. E puderam mais do que se expressar por meio de um grupo de teatro: são hoje uma referência para jovens e crianças do território em que moram e já começam a despontar como produtores culturais e referência do território na relação com outras regiões do Rio de Janeiro, recebendo convites e participando de debates sobre a construção de políticas culturais para a cidade.

“Abrir as sessões também para escolas públicas nas regiões atendidas pelas lonas é a realização do desejo de estimular, cada vez mais, a formação de público para o teatro que existe no Manguinhos em Cena. Para o grupo, é muito importante poder fazer ações formativas como essa. Basta lembrarmos que, há quatro anos, quando o grupo nasceu dentro da Biblioteca Parque de Manguinhos, vários deles nunca tinham assistido a uma peça. Hoje são eles os artistas que estão em cena. Poder oferecer o espetáculo para plateias de jovens estudantes que, talvez, também nunca tenham assistido a um espetáculo de teatro ou que, principalmente, possam ver na cena a possibilidade de transformar sua própria realidade. É o tipo de ação que é bastante gratificante para o grupo”, diz a coordenadora Ana Carina Santos.

 Além de atuarem artísticamente, construírem seus textos, seus figurinos, prepararem cenários e iluminação; pensam a arte como um caminho profissional de empreendedorismo, elaboraram e captam recursos para seus projetos.

 Como se não bastasse essa nova fase no trabalho do grupo, circulando com a peça por diferentes bairros cariocas, o momento é ainda mais especial porque o projeto de circulação premiado foi elaborado pelos próprios integrantes do grupo,  e todos são hoje profissionais – sim, todos os 27 integrantes  conseguiram registro profissional na Delegacia Regional do Trabalho.

SERVIÇO

As apresentações terão agendamento de escolas públicas de cada região atendida pelas Lonas e Arenas Culturais do município do Rio de Janeiro e serão abertas ao público geral também com preços simbólicos – R$0,25 e R$0,50

O espetáculo “Sintonia Suburbana” será apresentado nos seguintes, dias, horários e locais:

Sábado, 1º de agosto, às 20h

Lona Cultural Municipal João Bosco – Vista Alegre

Endereço: Av. São Félix, 601 – Parque Orlando Bernardes        

Tel.: 2482-4316 –  Capacidade: 320 lugares

Sexta-feira, 7 de agosto, às 19h30

Arena Carioca Abelardo Barbosa – Chacrinha –

Endereço: Rua Soldado Eliseu Hipólito, s/n esquina com Av.Litorânea – Pedra de Guaratiba – Tel: (21) 3404-7980 –  Capacidade: 330 lugares sentados (8 destinados a cadeirantes)

 Sexta-feira e sábado, 14 e 15 de agosto, às 19h

Arena Carioca Jovelina Pérola Negra

Endereço: Praça Ênio, s/nº, Pavuna.

Sessão especial para escolas na sexta, 14, às 15h

Tel: (21) 2886-3889 – Capacidade:  308 pessoas sentadas (sendo oito destinadas a cadeirantes)

Quinta-feira, 20 de agosto, às 20h

Arena Carioca Dicró – Carlos Roberto de Oliveira

Endereço: Parque Ary Barroso, Rua Flora Lôbo – Penha. Tel: 3486-7643  Capacidade: 338 pessoas sentadas (sendo oito destinadas a cadeirantes)

 

Sexta-feira, 28 de agosto, às 15h e 20h

Arena Carioca Fernando Torres –  

Endereço: Rua Soares Caldeira, 115 – Parque Madureira. – Tel: 3495-3093

Capacidade: 408 pessoas sentadas (sendo oito destinadas a cadeirantes).

Quinta-feira, 3 de setembro, às 15h

Lona Cultural Municipal Carlos Zéfiro –

Endereço: Praça Inácio Gomes – Estr. Mal. Alencastro, s/nº – Anchieta. Tel: 3019-1654  — Capacidade: 320 lugares

Quinta-feira, 10 de setembro, às 19h30

Lona Cultural Municipal Elza Osborne

Endereço: Estrada Rio do A, 220, Campo Grande

Tel.: 3406-8434 – Capacidade: 320 lugares

Quinta-feira, 17 de setembro, às 15h

Lona Cultural Municipal Terra –

Endereço: Rua Marcos de Macedo, 491, Praça Edson Guimarães- Guadalupe.

Tels.: 3018-4203  – Capacidade: 320 lugares

Sábado, 19 de setembro, às 20h

Lona Cultural Municipal Renato Russo

Endereço: Parque Poeta Manuel Bandeira, no Cocotá, Ilha do Governador.

Tel.: 3366-0589  – Capacidade: 320 lugares

 Sexta-feira, 25 de setembro, às 18h

Lona Cultural Municipal  Jacob do Bandolim

Endereço: Praça do Barro Vermelho – Pechincha, Jacarepaguá

Tel.: 2425-0825 – Capacidade: 400 lugares

 Sexta-feira, 2 de outubro, às 15h

Lona Cultural Municipal Sandra de Sá

Endereço:  Praça do Lote, 219, Santa Cruz 

Tels.: 3395-1630 – Capacidade: 320 lugares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *