sábado, novembro 18, 2017
Home > Cidadania > Marcha pela Uerj: Asfoc protesta contra falta de salários e abandono da instituição pelo governo

Marcha pela Uerj: Asfoc protesta contra falta de salários e abandono da instituição pelo governo

Aos gritos de “Fora, Pezão!”, a Asfoc-SN participou da Marcha pela UERJ #NãoTáNormal. Apesar da aparente normalidade na volta às aulas na Universidade do Estado do Rio de Janeiro, estudantes, professores, funcionários da Uerj, movimentos sindicais, sociais, populares e da sociedade civil realizaram uma passeata pela Rua 28 de Setembro, em Vila Isabel, para protestar contra a falta do pagamento dos salários dos servidores e de repasse das verbas para custeio da instituição, além de pedir a saída do governador Luiz Fernando Pezão.

“A UERJ vive e somos testemunhas! A Asfoc e os trabalhadores da Fiocruz se associam à luta da UERJ contra este governo corrupto que tira direitos de quem quer estudar nessa Universidade, um exemplo para o nosso País. A Cultura, a Saúde e a Educação não podem se curvar a estes governos que passam e só querem dilapidar o nosso patrimônio. A Educação está na rua lutando pelos seus direitos”, afirmou a presidente do Sindicato, Justa Helena Franco.
Sem pagamentos, as empresas terceirizadas ameaçam novamente suspender os serviços. Funcionários acumulam ainda 3 meses de salário e o auxílio estudantil continua sem pagamento. Bandejão e bibliotecas também estão fechados.
Além disso, todos os servidores estão com os seus planos de carreira congelados e terão ainda uma redução de 3% dos salários – pelo Regime de Recuperação Fiscal, o congelamento das carreiras pode durar mais 6 anos. Com a ameaça da Reforma da Previdência, hoje há mais de 500 professores pedindo aposentadoria (16% do total).

Esse arquivo é de total responsabilidade da ASFOC- SN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *