sábado, novembro 18, 2017
Home > Cultura > NELSON MANDELA | Aqui Se Faz Cultura | Renata Dutra

NELSON MANDELA | Aqui Se Faz Cultura | Renata Dutra

“A luta é a minha vida. Continuarei a lutar pela liberdade até o fim de meus dias.”

Nelson Mandela

Dando continuidade a série sobre a história da nossa comunidade, hoje iremos falar sobre uma figura muito importante, principalmente na luta dos negros: Nelson Mandela. Você o conhece? Se não, venha com a gente e embarque nessa história. 

Nelson Mandela nasceu em Mvezo, África do Sul, no dia 18 de julho de 1918. Se tornou presidente da África do Sul e foi líder no movimento contra o Apartheid, uma política que segregava social e economicamente a população negra do país.

Foi um dos mais importantes líderes políticos atuantes contra o processo de discriminação racial e se tornou ícone internacional na defesa das causas humanitárias.

Foi preso no dia 05 de agosto de 1962, condenado por sair da África do Sul sem passaporte, mas essa foi apenas uma das acusações contra Mandela. Ficou preso durante 27 anos, acusado de traição, sabotagem e conspiração contra o governo. Durante a sua prisão, a polícia, invadiu seu antigo esconderijo e apreendeu papéis e anotações de Mandela, que denunciava o Apartheid e formava um grupo de resistência contra o regime. 

Em 1964, Mandela foi submetido a um novo julgamento, com acusações mais graves por conta de sua luta política, e foi condenado à prisão perpetua. Acabou enviado à prisão na Ilha Robben, onde ocupou a cela de número 466/64. Ficou completamente isolado do mundo, sem acesso a notícias ou visitas frequentes.

Em 1982, foi transferido, junto a outros companheiros para a prisão de Pllsmor, de segurança máxima. Seis anos depois, foi novamente transferido, agora para um local de segurança mínima- a prisão de Victor Verster, onde passou a morar numa casa no complexo penitenciário. Apenas no dia 11 de fevereiro de 1990, foi finalmente solto. Durante sua saída, o líder foi ovacionado por uma multidão que o aguardava do lado de fora do presidio. Quatro anos depois, em 1994, tornou-se o primeiro presidente negro da África do Sul. 

Foi premiado pela Anistia Internacional, em 2006, pela luta em favor dos direitos humanos.

Após passar 3 meses internado para tratamento de uma infecção pulmonar, faleceu aos 95 anos, em sua casa em Johannesburgo. Nelson vivia com Graça Machel, viúva de Samora machel (ex-presidente de Moçambique).

A homenagem a uma comunidade do Complexo de Manguinhos, foi feita por causa da importância de Nelson Mandela na luta em favor dos negros e discriminação do país.

Saiba o que é Apartheid

O termo Apartheid se refere a uma política racial implantada na África do Sul. De acordo com esse regime, a minoria branca, os únicos com direito a voto, detinha todo poder político e econômico no país, enquanto à imensa maioria negra restava a obrigação de obedecer. 

“A luta é a minha vida. Continuarei a lutar pela liberdade até o fim de meus dias.”

Nelson Mandela

Renata Dutra, jornalista do Fala Manguinhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *