sábado, novembro 18, 2017
Home > Cidadania > Asfoc convoca para Atos contra as Reformas

Asfoc convoca para Atos contra as Reformas

                                                                                                                 No lançamento da Frente em Defesa dos Institutos e Hospitais Federais, Asfoc convoca para Atos contra as Reformas

Durante o ato e lançamento da Frente em Defesa dos Institutos e Hospitais Federais do Rio de Janeiro hoje (10/07), a Asfoc-SN destacou a importância da mobilização na agenda desta semana para tentar barrar as contrarreformas. No evento, o vice-presidente Paulo Garrido reforçou a importância da participação na Jornada de Lutas contra as reformas Trabalhista e Previdenciária, que destroem os direitos dos trabalhadores.
O Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe) intensifica a pressão sobre os parlamentares para votarem contra a Reforma Trabalhista – a votação no Plenário no Senado está prevista para acontecer nesta terça-feira. Neste mesmo dia (11/07), ocorrerá na capital Federal uma Marcha dos trabalhadores, saindo do Espaço do Servidor até o Congresso Nacional. A Asfoc-SN reforça ainda a participação no Ato/Agitação na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), amanhã (11/07), às 17 horas.
“A Asfoc pauta e ergue a bandeira em defesa do SUS e da saúde pública em todos os fóruns. Por isso, nos colocamos aqui para fortalecer a unidade, lutar contra os retrocessos, contra a privatização da saúde e por um serviço público de qualidade para a população”, afirmou o vice-presidente do Sindicato, Paulo Garrido. 


A presidente Justa Helena Franco criticou o desmonte do serviço público pelos atuais governantes. “Não basta só o ‘Fora, Temer´, porque existe o Rodrigo Maia (presidente da Câmara), que vai seguir à risca o que o mercado está pedindo: o fim do serviço público no país. Ricardo Barros (ministro da Saúde) foi eleito pelos planos de saúde e está propondo ‘planinhos´ que não vão atender às necessidades de saúde dos brasileiros. O Brasil já está entrando novamente no mapa da fome e isso vai impactar diretamente na saúde do povo. Não vamos deixar desmontar o que nós construímos com a Constituição de 88”, afirmou.
A reunião da Frente no Hospital do Andaraí contou também com a presença do diretor de Legislação e Assuntos Jurídicos, Washington Luís Mourão, de movimentos da classe trabalhadora, estudantil, sindical, além de deputados estadual e federal.
Clique no link (goo.gl/H2EBdD) e leia o manifesto da Frente (assinado pela Asfoc) em defesa dos institutos e hospitais federais do Rio de Janeiro, contra o sucateamento e a privatização.
Basta de Violência – Também na manhã desta segunda-feira, o Fórum Basta de Violência recebeu o Ministério Público para debater a violência na Maré, na Escola Municipal Bahia. O diretor de Administração e Finanças, Alcimar Pereira Batista, representou o Sindicato no evento.
Em 20 de agosto, haverá “Caminhada com Paz e Garantia de Direitos”, na Rua Leopoldo Bulhões, com atividades das 9h às 19h. O evento é organizado por coletivos de Manguinhos, associação de moradores  e tem a parceria da Asfoc.

 

o conteúdo dessa coluna é de inteira responsabilidade da ASFOC SN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *