segunda-feira, novembro 20, 2017
Home > Cidadania > O MEDO MANDA DIZER – CARTA DE UMA MORADORA DO JACAREZINHO PARA O FALA MANGUINHOS!

O MEDO MANDA DIZER – CARTA DE UMA MORADORA DO JACAREZINHO PARA O FALA MANGUINHOS!

Começo essa carta pedindo um minuto de silêncio em respeito as vidas mortas nessa guerra que está acontecendo há dias na comunidade do Jacarezinho!
Sr.Tião da verdura lá da Rua XV de Agosto, André do moto-táxi, torcedor apaixonado pelo Flusão. Gente trabalhadora!
Fora as outras vítimas de “balas perdidas”, que sempre acham alguém.
Atualmente moradores do Jacarezinho e redondezas, vivem dias de terror, medo, incertezas e desespero.
Sair de casa para comprar pão, ir ao trabalho, levar os filhos na escola, coisas do cotidiano, tem sido tarefas impossíveis!
Pois os confrontos não tem hora para acontecer, e como podemos acompanhar pelos jornais e Tv, nem previsão de término para que tais operações cessem.

Em uma entrevista exibida no programa SBT RIO, nesta última segunda-feira (14/8), o delegado de polícia Marcus Amin, disse que as operações não vão parar até que encontrem o responsável pelo policial morto na sexta-feira (11/08).
A declaração é de vingança explicita! E tudo isso sendo feito naturalmente, pois a carne pobre e preta é barata, e para os que estão no poder, não há valor.
Percebemos que não há inteligência na atuação da polícia. Há apenas uma ação de vingança, e mais mortes.
E o morador é quem paga a conta, com a própria vida.

Governador! Prefeito! Presidente! Os moradores do Jacarezinho querem paz, viver e não sobreviver. Ir e vir é um direito de todos. Ter respeito e segurança!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *