segunda-feira, novembro 20, 2017
Home > Cidadania > REFRIGERANTE – A BEBIDA DA MORTE LENTA

REFRIGERANTE – A BEBIDA DA MORTE LENTA

Você bebe refrigerante? alguém já falou pra você o que esse tipo de bebida causa em seu corpo e mente? acho bom ficar ligado, e repensar o que estamos ingerindo e dando para nossos familiares, pode parecer gostoso, mas isso vai custar muito caro para seu corpo. 

1. Osteoporose. Os refrigerantes de cola possuem ácido fosfórico, um composto químico que aumenta a acidez do sangue. Para neutralizar esse aumento, o organismo utiliza o cálcio dos ossos, propiciando a osteoporose. Um estudo feito com mulheres que bebia apenas 3 refrigerantes de cola por semana revelou que elas perderam, em média, 4% de massa óssea de regiões do quadril.

2. Diabetes. Os refrigerantes possuem quantidades elevadas de açúcar, que aumentam o nível de glicose no sangue e a resistência à insulina. Esses fatores combinados elevam o risco de desenvolvimento de diabetes do tipo 2. Além disso, o consumo excessivo de açúcar leva a outros problemas como obesidade e aumento de triglicérides no sangue.

3. Doença cardiovascular. A combinação de obesidade, aumento de glicose e gordura no sangue eleva o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, como aterosclerose, acidente vascular cerebral e infarto do miocárdio. Um estudo realizado em Harvard revelou que o consumo diário de refrigerantes aumenta em 20% o risco de infarto durante um período de 22 anos.

4. Cárie. Os níveis elevados de açúcar e de ácido nos refrigerantes prejudica a saúde dos dentes e corrói o esmalte. Além disso, há risco de desenvolvimento de doenças da gengiva, como a gengivite.

5. Gastrite. O ácido presente nos refrigerantes, usado para dar gás à bebida, ataca as células gástricas, causando azia e gastrite. O uso constante acidifica o conteúdo gástrico provocando a incômoda doença. Se não tratada adequadamente, a gastrite pode evoluir para úlceras estomacais

6. Insônia. O alto teor de açúcar dos refrigerantes interfere com o ciclo circadiano e provoca insônia. Além disso, muitos refrigerantes têm elevados teores de cafeína.

7. Pressão alta. Refrigerantes de cola e guaraná possuem cafeína que quando consumidas em excesso e constantemente, provocam aumento da pressão. A pressão alta é um fator de risco para o infarto e desenvolvimento de outras doenças cardíacas.

 

8. Câncer. Os refrigerantes possuem diversas substâncias usadas para dar cor à bebida. Esses aditivos químicos são tóxicos para as células do organismo, causando agressões e propiciando o surgimento de câncer. Um recente estudo escocês associou o consumo de refrigerantes ao surgimento de câncer intestinal e colorretal. No Brasil, refrigerantes de cola possuem 67 vezes mais corante caramelo IV (um composto causador de câncer) que os vendidos nos Estados Unidos. Um estudo sueco publicado na revista científica American Journal of Clinical Nutrition apontou que uma lata de refrigerante por dia (cerca de 325 mL), aumenta o risco de homens desenvolveram câncer de próstata em 40%.

9. Envelhecimento precoce. O fosfato presente no refrigerante, além de causar osteoporose, prejudica funções renais e musculares. Um estudo recente também concluiu que o consumo em excesso dessa substância causa envelhecimento precoce das células.

10. Infertilidade. Os refrigerantes são acondicionados em latas de alumínio, que por sua vez são revestidas com uma resina chamada bisfenol (BPA). O bisfenol tem sido associado a problemas hormonais que levam à infertilidade, desenvolvimento de câncer e obesidade.

Os refrigerantes light e diet não estão fora da vasta lista de malefícios. Eles possuem ácido fosfórico, corantes e outros componentes químicos que causam descalcificação, elevação da acidez do sangue e do estômago, aumento da pressão alta e etc. O melhor a se fazer é evitar o consumo de refrigerantes e substitui-los por água ou suco de frutas. Recentemente o México aprovou uma lei para taxar os refrigerantes e fast food. O México tem um índice de obesidade maior que os Estados Unidos, com 32% da população sendo considerada obesa (IMC > 30). Esta nova lei, vista com bons olhos pela Organização Mundial de Saúde, visa reduzir a epidemia de obesidade. A doença causa diabetes, que já matou 500 000 de pessoas nos últimos 7 anos no México.

Você gostou dessas dicas ou tem mais alguma para sugerir? Deixe seu comentário logo abaixo nesta página. Sua opinião é muito importante!

fonte:https://www.criasaude.com.br/10-maleficios-dos-refrigerantes.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *