domingo, junho 24, 2018
Home > Cultura > POLÍCIA NA LAJE [ POESIA NO BECO]

POLÍCIA NA LAJE [ POESIA NO BECO]

Barulho.

Aglomerados de homens de preto

O beco fica estreito, e eles querem sangue.

Disparos.

Eles se organizam, invadem a laje e dão mais disparos.

Os sem camisa se assustam

Devolvem os disparos

Morre de medo e ameaça explodir

Finge a si mesmo que consegue fugir.

O bota recua, e volta a atirar

 Parecem seguros…

Embaixo da laje ninguém mais estar.

No beco um silêncio, esperando o disparo

Eles não param, e faz disparar.

Os tiros acabam, e fica o medo

Quando eles voltam?

Será no meu beco?

 

Black Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *