domingo, agosto 19, 2018
Home > Cidadania > Ação Social ou Ação Pontual (REFLEXÃO)

Ação Social ou Ação Pontual (REFLEXÃO)

 

Quando buscamos um significado para a expressão “AÇÃO SOCIAL” que muito tem sido usado para diferentes atividades  nos últimos meses em Manguinhos e em outras favelas do Rio de Janeiro, entendemos que a expressão tem sido usada de forma errada, ela devia se chamar AÇÃO PONTUAL, pois não tem nenhuma pretensão de acontecer com regularidade dando suporte e/ou criando estratégias a longo prazo, muito menos é planejada e construída juntos com os moradores,seres sociais locais.

Segundo grandes sociólogos e pesquisadores que iniciaram o uso da expressão AÇÃO SOCIAL, e entre eles podemos citar o sociólogo Max Weber, em seus estudos descreve que um ser ( particularmente ou um grupo) ao executar ações sociais ele não é passivo, ele é ativo e reativo, e sua construção é constante, mesmo sendo no escopo individual ou coletivo, ou  seja,  para chamarmos algo de AÇÃO SOCIAL, precisa que ela tenha regularidade, que intervenha  rotineiramente no local.

Essas AÇÕES PONTUAIS, que começam acontecer em várias favelas, onde oferecem; isenção de documentos, corte de cabelos, atendimento jurídico e brindes não passam de migalhas assistencialistas pré eleições. Podem ter certeza, logo apareceram candidatos que nunca vieram na favela antes e muito menos fizeram algo por nos em seu mandato eleitoral nos últimos anos e agora quer aparecer como bom moço dizendo que promove ação social em várias favelas. Esses serviços prestados em ações pontuais são negados durante 4 anos, pra conseguir tirar uma carteira de trabalho a pessoa falta dormir nas filas, conseguir um atendimento jurídico básico é algo impossível antes dessas “ações”  e agora, nos meses que precedem as eleições, vem querer nos dar o básico? O  povo precisa exigir que os políticos façam seu trabalho de verdade durante todo seu mandato, seu trabalho é servir e dar voz as necessidades da população, para que todos possam conseguir em qualquer época ter acesso aos direitos garantidos por lei, porem negados por negligencia dos candidatos eleitos.

Morador, use os serviços das ações, tirem os documentos e o que for preciso para facilitar sua vida, mas não se deixe enganar por migalhas, exija que seus direitos sejam garantidos em qualquer momento  de sua vida, e não só em AÇÕES PONTUAIS.

 

POR EDILANO CAVALCANTE, estudante de cinema e comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *