sexta-feira, novembro 16, 2018
Home > destaques > Corte na saúde, corte na carne do trabalhador, não vamos permitir!

Corte na saúde, corte na carne do trabalhador, não vamos permitir!

 

FOTO: pag comacs Manguinhos

A saúde do Rio de janeiro, já vem sofrendo sintomas sérios nos últimos anos, cada vez que precisamos ir a um hospital público, UPA, ou clínica da Família, percebemos o quanto o serviço tem piorado e os profissionais estão sobrecarregados de demandas, por conta dos cortes que tivemos no ano passado e no início desse ano, principalmente em profissionais da saúde básica.

Mas somos um povo sonhador e estamos sempre dispostos a acreditar que uma hora isso vai melhorar, no entanto a cada dia que passa fica mais difícil de manter essa esperança vazia, pois o descaso só aumenta e cada dia mais pessoas sofrem nas filas dos hospitais, cada vez menos medicamentos nas farmácias populares e nos postos de saúde, além da constante demissão de profissionais da saúde em larga escala, forçando os profissionais que ficam a trabalhar mais tempo e conseqüentemente fazer um trabalho com menos qualidade, e quem acaba pagando a conta é o trabalhador que precisa de atendimento e sobre pela espera ou pelo mal atendimento, por conta das lotações.

Para piorar a situação, recentemente o prefeito Marcelo Crivella, que foi eleito com o a frase “VOU CUIDAR DAS PESSOAS” disse que vai demitir 1400 profissionais que atuam na saúde básica, alegando a crise financeira que passa o estado do Rio de Janeiro, ele só esqueceu de dizer para os moradores da cidade do Rio de Janeiro o quanto isso vai afetar negativamente a  vida das pessoas.

Diremos isso para você.

DIMINUIÇÃO DO ORÇAMENTO DE 2019 EM R$ 700 MILHÕES

– DEMISSÃO EM MASSA ( 190 EQUIPES DE SAÚDE DA FAMÍLIA)

– TRANSFORMAÇÃO DAS CLÍNICAS EM POSTO DE SAÚDE.

– DIMINUIÇÃO NOS MEDICAMENTOS GRATUITOS

foto: Pag Comacs Manguinhos

Para combater esse corte cruel ao serviço público de saúde moradores de vários lugares do Rio de Janeiro estão se mobilizando para barrar o plano do prefeito, muitos moradores de MANGUINHOS, junto com servidores públicos de saúde, estiveram  no centro da Cidade ontem( 06/11/2019) pela manhã, pedindo respeito a saúde dos trabalhadores e exigindo que esse plano não se concretize. Se você acha esse movimento importante junte-se aos moradores e vá defender seus direitos, afinal quando precisamos a primeira coisa que fazemos é ir ao hospital público, se esse serviço não tiver funcionando bem, seremos os primeiros a sentir na pele.

 

matéria feita por Edilano Cavalcante- Coordenador do jornal Fala Manguinhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *